Português
Facebook Twitter Linkedin Email

ORIENTAÇÂO : FÓRUM DAS PROFISSÕES

Hélène 24 de novembro de 2020

ORIENTAÇÃO: Uma pandemia nos faz reflitir

Embora a escolha da profissão nunca tenha sido fácil, a pandemia trouxe para primeiro plano os desafios sanitários, sociais, económicos, políticos e climáticos que nos esperam. Em que área gostaria de se envolver? Que impacto terá o meu trabalho? Esta pode ser outra forma de abordar a orientação de acordo com a sua sensibilidade.
Esta foi a mensagem dirigida aos 206 estudantes do 3º, 2º, 1º e Terminal do Liceu Molière do Rio de Janeiro para participarem no 4º Fórum das profissões organizado pelo Liceu. Este Fórum aconteceu no sábado, 24 de Outubro de 2020, com 14 oradores/parentes de estudantes apresentando as suas profissões e quatro grandes temas para o futuro.
O Director, Victor Irrmann, depois de agradecer aos nossos parceiros, à Câmara de Comércio e à France Brasil no Rio de Janeiro (CCIFB-RJ) e ao Serviço de Cooperação Educativa e Linguística da Embaixada de França em Brasília e no Rio de Janeiro, dirigiu palavras de boas-vindas aos coordenadores da aula de francês do Colégio Pedro II, um estabelecimento público de excelência, cujos 50 alunos do segundo ano participaram pela primeira vez no Fórum.
MOX Digital, uma empresa de consultoria especializada na transição digital de empresas, foi capaz de sensibilizar os estudantes para as 5 macro tendências em que se desenvolverão as profissões que ainda não conhecemos: Ecologia, Educação, Populações, Urbanização e Digitalização.
Aprendemos também durante a intervenção de três gestores de RSE (Responsabilidade Social Empresarial) da ENGIE, L’Oréal e Michelin no Brasil – empresas membros da CCIFB – que, se esta intenção fosse antes frequentemente percebida à luz da boa consciência, os constrangimentos impostos hoje pelos governos e mercados pró-activos encorajariam as empresas a intensificar os seus esforços nesta direcção a fim de angariar fundos para financiar o seu desenvolvimento. Alternativamente, após terem obtido a autorização ligada ao estudo de impacto ambiental, as empresas devem implementar projectos em torno de questões sociais, educacionais e de saúde relacionadas com o desenvolvimento local. Vamos resumir com esta frase de um dos oradores, “quando se tem poder, tem-se deveres”.
Finalmente, o último tema abordado por um executivo da Vinci Energies Brasil destacou a importância da internacionalização da formação e o valor acrescentado dos diplomas duplos. Esta foi portanto uma oportunidade para apresentar aos estudantes os acordos de validação do BAC com a Fundaçao Getulio Vargas, a ESPM (2 diplomas duplos em economia) e a PUC (73 acordos-quadro com a França, incluindo 23 diplomas duplos em engenharia).
Os estudantes puderam também construir os seus percursos de descoberta de carreira com 14 pais e assim descobrir o turismo, a investigação em ciências sociais, os trabalhos de energia e a transição energética, a reciclagem de um doutoramento em astrofísica que se tornou Director de Vendas da AFP para a América Latina, estaleiros navais submarinos e transferência de tecnologia francesa, apoio de cuidados paliativos por um psicólogo especializado em Mindfulness e práticas contemplativas, empreendedorismo social e microcrédito no Rio de Janeiro, criação de empresas e marcas, transporte e bem-estar da população urbana com o director comercial da Alstom, gestão financeira com o director financeiro do Groupe PSA e a viagem de um antigo aluno do Liceu Molière ao seu trabalho como consultor para um departamento da ONU.
Finalmente, e para concluir o projecto ImpactMeninas. Tendo sido o tema da abertura do Fórum, este projecto aponta para um desafio transversal aos muitos desafios acima discutidos, nomeadamente o da promoção de
a igualdade de género em cursos de formação exigentes que dão acesso a cargos de responsabilidade nas empresas. Os três objectivos deste projecto são os seguintes:
1- Promover a igualdade de género e a inclusão social, particularmente para as profissões da STEM, mas também e sobretudo promover a um público do ensino secundário os percursos profissionais das mulheres de alto impacto que tenham seguido cursos de formação exigentes e ocupem cargos de alta responsabilidade em empresas membros da CCI França-Brasil.

2- Apoiar os percursos de formação das mulheres do ensino secundário para profissões científicas, técnicas e industriais tradicionalmente ocupadas por homens.

3- Promover a cooperação entre o mundo da educação, investigação e inovação e o mundo empresarial.

Os alunos do Liceu Molière e do Colégio Pedro II serão acompanhados por madrinhas ao longo dos seus estudos no Liceu, durante os seus estudos superiores e o seu projecto de mobilidade internacional, ao mesmo tempo que visitarão instalações industriais e empresas associadas à Câmara de Comércio e Indústria Franco-Brasileira no Rio de Janeiro.
Os nossos mais sinceros agradecimentos aos oradores e pais dos alunos, aos nossos parceiros e professores-moderadores sem os quais este Fórum, realizado pela primeira vez no ensino à distância após sete meses de confinamento, não teria sido o sucesso que foi.

Frédéric Davanture
Pessoal de Recursos de Informação e Orientação (PRIO)
Lycée Molière no Rio de Janeiro

Parceiros e oradores :
Lycée Molière, o Director, Sr. Irrmann; Câmara de Comércio França-Brasil, Sra. Jaqueline Saad; Serviço de Cooperação Educativa da Embaixada de França em Brasília e Rio de Janeiro, Sra. Maguelone Orliange-Ladsous e Sra. Adriana Davanture; Mox Digital, Xavier Leclerc e Olivier Mourier; Engie Brasil, Cristina Ribeiro; L’Oréal Brasil, Maya Colombani; Michelin, Rodrigo Santiago; Vinci Energies Brasil, Julie Cransac; Brazilsensations, Chloe Hathaway; AFP América Latina, Jean-Marc Schwartzenberg; CIRAD, Sr. Frédéric Goulet; Palliative care, psicólogo especializado em Mindfulness e práticas contemplativas, Sra. Christine Rutherford;, Modex Energy Sr. Carlo Vollmer Cervo; Alstom, Sr. Éric Farcette; IRD, Sr. Emmanuel Roux; Alumni, Sra. Julia de Faria ; Empreendedorismo social, Sebrae, Cécile Taquoi e Carla Panisset; Maison Revolta, Tatiana Yagura; Criação de marca, Gabriella Turbiani; Estaleiros Navais, André Portalis; Grupo PSA, Jean-Marc Lucenet e Grupo Naval, Pascale Roussel. Professores-moderadores, Sra. Aline Soulhat, Lorena Didier, Denise Milon, Nathalie de Faria e os Srs. Pedro Younes e Fabrice Albert.

Facebook Twitter Linkedin Email
Établissement Conventionné